desenvolvimento cosmético

Emulsionantes catiônicos em formulações cosméticas

Cleber Barros
Escrito por Cleber Barros em 21 de setembro de 2021
6 min de leitura
JUNTE-SE A MILHARES DE OUTROS PROFISSIONAIS

Entre para a minha lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Saiba qual é a função dos emulsionantes catiônicos em formulações capilares.

Emulsionantes catiônicos

Emulsionantes catiônicos na forma de compostos de amônio quaternário são os mais usados em formulações condicionantes no mercado. Eles se diferem dos emulsionantes aniônicos e não iônicos por conta de sua carga positiva. Além disso, esses ingredientes garantem a estabilidade dos sistemas emulsionados. Os emulsionantes catiônicos mais usados no mercado atualmente são o Cloreto de Berrentrimônio e o Cloreto de Cetrimônio, principalmente por conta da efetividade e custo-benefício. 

Por conta da carga positiva desses componentes, eles são substantivos ao cabelo, ligando-se as áreas com carga negativa, minimizando o aspecto de frizz. Os emulsionantes catiônicos são aplicados em formulações como condicionadores, máscaras de tratamento capilar, produtos leave-on, entre outros. 

Existem diferentes tipos de emulsionantes disponíveis no mercado, e eles se diferem principalmente por suas cargas. Por que então não usar outros tipos de emulsionantes em formulações capilares, como emulsionantes não iônicos? 

Um dos principais problemas estéticos nos cabelos é o frizz, e esse é um fator que consegue ser corrigido efetivamente com a neutralização das cargas negativas. Logo, os emulsionantes catiônicos são os mais adequados para isso, por conta de sua carga positiva. Entretanto, também é possível formular condicionadores sem emulsionantes catiônicos e outros ingredientes serão responsáveis pelo efeito condicionante, como emolientes e manteigas. Os condicionadores naturais certificados, por exemplo, são assim, uma vez que a quaternização (reação química muito usada para criar ingredientes catiônicos) é proibida pelas certificadoras. Entretanto, nesses tipos de produtos, a neutralização das cargas não irá ocorrer. Na tabela abaixo é possível verificar a diferença entre os tensoativos disponíveis no mercado.

Tabela 1: Tipos de tensoativos e suas características 

TipoCargaCaracterísticas
AniônicosPossuem carga negativaLimpeza profunda, pode deixar o cabelo com aparência ressecada.
CatiônicosPossuem carga positivaBaixa capacidade de limpeza e formação de espuma. Atua proporcionando maciez e maleabilidade. 
Não-iônicosNão possuem carga ionizávelLimpeza suave também impacta na maleabilidade.
AnfotéricosA carga depende do pH do meioNão irritante para os olhos, limpeza suave, afeta a maleabilidade.
Fonte: Adaptado de DIAS, Maria Fernanda Reis Gavazzoni. Hair cosmetics: an overview. International journal of trichology, v. 7, n. 1, p. 2, 201

Importância do uso do condicionador

O processo de lavagem dos cabelos com tensoativos (principalmente aniônicos) pode ocasionar efeitos indesejados para os consumidores, como a formação de frizz, sensação de ressecamento e embaraçamento da fibra. Além disso, os condicionadores podem melhorar o aspecto de cabelos submetidos a traumas químicos e mecânicos, como escovação excessiva, secador em temperaturas altas, alisamento, ondulação permanente e descoloração. Além disso, fatores ambientais, como exposição à luz solar, poluição do ar e vento podem ser fatores danosos.

Nas imagens abaixo é possível ver a importância de ingredientes condicionantes em formulações capilares. Na imagem 1, a fibra foi lavada com shampoo e penteada 700 vezes enquanto estava molhada. Já na imagem 2, uma fibra foi lavada com um fórmula de shampoo altamente condicionante “2 em 1” e penteada 700 vezes enquanto estava molhada. No caso da imagem 2 é possível ver que houve pouca fragmentação das células cuticulares.

Imagem 1: Aparência da fibra capilar após lavagem com shampoo. Fonte: BAREL, A. O.; MARC PAYE, M.; MAIBACH, H. I. Handbook of Cosmetic Science and Technology, 2001 
Imagem 2: Fibra após lavagem com um shampoo 2 em 1 condicionante. Fonte: BAREL, A. O.; MARC PAYE, M.; MAIBACH, H. I. Handbook of Cosmetic Science and Technology, 2001

Diminuição da eletricidade estática 

Os condicionadores capilares melhoram a maleabilidade dos cabelos diminuindo a eletricidade estática. Após alguns processos, como a escovação, os fios capilares podem ficar com carga negativa. Essas cargas negativas repelem umas às outras, gerando o efeito de frizz. Os ingredientes condicionantes, como os emulsionantes catiônicos, depositam íons positivamente carregados na haste capilar, minimizando o frizz. 

Brilho

Os ingredientes condicionantes quaternários são excelentes em aumentar a aderência das escamas cuticulares na haste capilar, aumentando a capacidade de reflexão da luz do cabelo, resultando na aparência de brilho. Essas qualidades também tornam os quaternários escolhas excelentes para cabelos que passaram por processos químicos, como descoloração, uma vez que esses processos podem danificar as cutículas. 

Tipos de produtos condicionantes

Existem diferentes tipos de produtos cosméticos condicionantes disponíveis no mercado. A maior diferença entre eles é a concentração de ingredientes condicionantes (principalmente catiônicos) e viscosidade. Os produtos mais viscosos normalmente são as máscaras de tratamento.

Tipos de produtos condicionantes

TipoUsoConcentração de EmulsionanteIndicação
Condicionador instantâneo Aplicação após a lavagem com o shampoo, são mantidos em contato com os fios capilares por cerca de 1-5 minutosAlta concentração de ingredientes condicionantes e catiônicosCabelos minimamente danificados
Condicionador com enxágueAplicação após lavagem com shampoo e enxágue imediatoMenor concentração de ingredientes condicionantes e catiônicosAuxilia no desembaraçamento e remove resíduos do tensoativo
Máscara capilarÉ deixado em contato com os fios por um período maior (cerca de 20 a 30 minutos)Alta concentração de ingredientes condicionantes e catiônicosCabelo danificado quimicamente
Leave-inAplicado no cabelo úmidoMenor concentração de ingredientes condicionantes e catiônicosPrevine danos e facilita a estilização 
Fonte: Adaptado de DRAELOS, Zoe Diana. Hair cosmetics. In: Hair growth and disorders.

Importância do emulsionante em sistemas cosméticos condicionantes

Sistemas cosméticos condicionantes são sistemas complexos, que combinam ingredientes com diferentes propriedades para proporcionar brilho, hidratação e redução de frizz. São usados componentes como polímeros, emolientes, silicones e proteínas hidrolisadas, sendo alguns desses ingredientes são lipofílicos, já outros são hidrofílicos. Portanto, é necessário a adição de um emulsionante, que é uma molécula com característica anfifílica (ou seja, possui afinidade com a fase aquosa e oleosa), para estabilizar o sistema. 

Principais emulsionantes catiônicos do mercado

Cloreto de cetrimônio e Cloreto de Berrentrimônio

Cloreto de cetrimônio (INCI Name: Cetrimonium Chloride) é um quaternário de amônio usado como emulsionante em formulações de cuidado capilar. É importante lembrar que na maioria das vezes esse produto (assim como outros emulsionantes) é comercializado em uma concentração ativa diluída, normalmente de 30 ou 50%. A principal diferença entre o cloreto de cetrimônio e o cloreto de berrentrimônio (INCI Name: Behentrimonium Chloride) é a quantidade de átomos de carbono presente na cadeia da estrutura do ingrediente. Enquanto o cloreto de cetrimônio possui uma cadeia com 16 átomos de carbono, o cloreto de berrentrimônio possui 22 átomos de carbono. A concentração sugerida de ambos é de 0,5 a 2,00% de ingrediente ativo. 

Stearamidopropyl Dimethylamine

Esse ingrediente (INCI Name: Stearamidopropyl Dimethylamine) é um dos componentes principais dos produtos com apelo “desmaia Cabelo”. Possui propriedades condicionantes e de desembaraçamento. Além disso, ele pode auxiliar no aumento da viscosidade do sistema. Para ser incorporado em formulações é necessário que seja neutralizado com algum ácido orgânico. 

Metossulfato de berrentrimônio

O Metossulfato de Berrentrimônio (INCI Name: Behentrimonium Methosulfate) é um emulsionante utilizada principalmente em formulações capilares. Sua longa cadeia carbônica berrênica (C22) que confere boa lubrificação e condicionamento aos fios. Ele pode ser comercializado com alguma cera (como álcool cetoestearílico) o que impactará no aumento de viscosidade do sistema.

Conclusão

Emulsionantes catiônicos são os principais ingredientes condicionantes em formulações capilares. Por possuírem carga positiva, neutralizam as cargas negativas que podem ser resultado da lavagem com shampoo, por exemplo. O uso destes ingredientes auxilia no aumento de fatores como maleabilidade e brilho, além de diminuir o frizz.  Existem diferentes produtos condicionantes e cada um possui um direcionamento específico. Além disso, a concentração de ingredientes catiônicos pode ser maior ou menor, dependendo do tipo de produto. Máscaras capilares, por exemplo, costumam ser mais concentradas em ingredientes catiônicos. 

Você gostou desse artigo?

Espero que sim e adoraria saber sua opinião! Deixe seu comentário abaixo sobre o que você mais gostou.

O objetivo deste artigo é contribuir para a elevação do nível técnico de profissionais interessados na área. Para qualquer orientação mais aprofundada procure sempre um profissional apto e com experiência no assunto.


Referências

[1]DIAS, Maria Fernanda Reis Gavazzoni. Hair cosmetics: an overview. International journal of trichology, v. 7, n. 1, p. 2, 2015.
[2]DRAELOS, Zoe Diana. Hair cosmetics. In: Hair growth and disorders. Springer, Berlin, Heidelberg, 2008. p. 499-513.[3]BAREL, A. O.; MARC PAYE, M.; MAIBACH, H. I. Handbook of Cosmetic Science and Technology. Marcel Dekker. Inc, v. 270, p. 401-402, 2001.

Olá,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.